Blog Granraiz

O que comer bebendo cachaça?

Aprenda como harmonizar ingredientes com a cachaça

Desde que chegou ao Brasil, no início do século XVI, a cana-de-açúcar virou um dos principais produtos cultivados no país. Matéria-prima fundamental para a fabricação do álcool e o açúcar, hoje, lidera o ranking de produção e é responsável por muitos elementos da nossa gastronomia. Vai dizer que nunca comeu uma rapadura ou queijo coalho com melaço?

A cana-de-açúcar, cachaça e gastronomia caminham lado a lado

A cachaça, que há muitos anos era servida apenas como um acompanhamento para pratos regionais e petiscos, em relatos, entrou para a culinária em uma receita de natal. A bebida era depositada no peru, de modo a deixar a carne da ave mais macia e saborosa quando assada. Claro que este possível momento foi considerado só o início da inserção do nosso destilado na culinária brasileira.

Graças à inovação dos chefs de cozinha, ao utilizar a cachaça na elaboração de pratos, a bebida se tornou um ingrediente nobre na mesa dos brasileiros, além de ganhar destaque nos drinks servidos em festas e restaurantes. Nos últimos anos, a cachaça entrou em ascensão.

A bebida confere um sabor forte que pode ser harmonizado com os mais diversos tipos de ingredientes e enriquecer ainda mais a gastronomia. Vamos conhecer mais sobre o assunto? Prepare o mise en place (termo francês que significa “pôr em ordem, fazer a disposição”) e separe sua melhor garrafa de cachaça.

Cachaçogastronomia

Assim como beber cachaça é uma arte, combinar a bebida com outros ingredientes ou harmonizar com pratos, também é. Chefs têm utilizado cada vez mais o destilado em suas receitas para garantir personalidade e harmonia de sabores na culinária, é o que chamamos de cachaçogastronomia.

A cachaça na culinária: cachaçogastronomia

A cachaça e a comida sempre andaram lado a lado, mas através da cachaçogastronomia é possível potencializar os sabores de cada uma. Em harmonia ao teor alcoólico do destilado é preciso selecionar ingredientes que complementam seus aromas e sabores, sem sobrepor a ele.

Para a arte de cachaçogastronomia é preciso levar em consideração que as cachaças menos encorpadas, ou de madeira, deixam a comida mais adocicada e combina com pratos leves, enquanto as mais encorpadas combinam com comidas condimentadas. Além disso, é preciso ter criatividade, bom senso gastronômico e estar aberto ao novo, pois a cachaça, assim como outros destilados, combina com preparações, das mais simples às mais sofisticadas, podendo ser utilizada como ingrediente ou servida para harmonização.

Para despertar seu paladar, conheça os sabores da cachaça, que são absorvidos pelo tipo da madeira em que é armazenada, e pense em ingredientes para sua receita que podem ter um sabor oposto para trazer equilíbrio ao prato ou que seja similar para complementar os sabores. 

Por exemplo, uma cachaça armazenada em madeira de umburana adquire aromas e sabores de baunilha, cravo, canela e outras especiarias, dependendo do volume, tempo de maturação. Já a bebida armazenada em carvalho, possui aromas mais sutis, em geral trazendo a tona o tanino da madeira, bem como harmonizando notas de amêndoas e tabaco, dependo em alguns casos da grau de tosta do barril.

Esta técnica também é válida para a harmonização, seja com pratos ou petiscos, de forma que a cachaça irá valorizar a comida ou a comida irá realçar a bebida. Para saber que tipo de comida ou ingrediente combina com cada cachaça, continue sua leitura.

Harmonização de cachaças

Na hora de testar uma receita nova na cozinha, ou receber amigos em casa, sempre surge a dúvida do que harmoniza melhor com o que você tem para servir. Como falamos, a cachaça possui um sabor marcante e pode ser combinada com os mais diversos tipos de ingredientes.

Separamos os tipos de cachaça e quais as melhores opções para harmonizar. Mas antes, confira como identificar uma cachaça de boa qualidade para impressionar a visita.

Cachaça Clássica

Armazenada em recipiente de aço inox, este tipo de cachaça, que também é conhecido como branca, prata ou pura, não possui sabor ou aroma extra, valorizando o gosto e aroma da cana-de-açúcar. É o caso da GRZ SOUL, que combina com pratos que levam frutos do mar, saladas, peixes, sopas, queijos leves e carnes brancas. 

Nossas sugestões de pratos e aperitivos para harmonizar são: crepe recheado com camarão, queijo muçarela e pedaços de abacaxi; bolinho de bacalhau; caldinho de camarão; salada tropical com lascas de salmão; barca de comida japonesa.

A cachaça com menor teor alcoólico e menos tempo de envelhecimento combina com pratos leves

Cachaças armazenadas em madeira

Neste caso o destilado recebe alterações em seu aroma e sabor por conta da madeira em que é armazenada, a exemplo da Umburana, Carvalho, entre outras. O que confere sabor mais marcante, sendo indicadas, no caso do Carvalho, para pratos com sabores fortes, condimentados e gordurosos.

Para pratos e aperitivos nossas sugestões são: feijoada; churrasco; frango à passarinho; tábua de frios; carré de cordeiro com cuscuz marroquino; fondue de queijo e carne; hambúrguer de picanha; que harmonizam bem com cachaça envelhecida no Carvalho, a exemplo da GRANRAIZ Signature CARVALHO, que possui 39% de graduação alcóolica.

Cachaças mais encorpadas e maior teor alcoólico combinam com comidas gordurosas

Já a cachaça armazenada em Umburana harmoniza bem com sobremesas.

A bebida pode ser utilizada para flambar bananas e pêssegos, assim como na preparação de tortas, trufas e sorvetes. Além de combinar bem com doce de leite, sorvete, petit gateau e nosso tradicional bolo de rolo. Experimente essas delícias com a GRANRAIZ Signature Umburana e sinta seu paladar aguçado.

No fim das contas, a harmonização deve levar em conta a complexidade sensorial de cada cachaça com o prato que será servido. É preciso fazer testes e combinações que enalteçam o sabor da comida, dos seus ingredientes, proporcionando uma experiência gastronômica incrível a cada degustação. 

Um brinde às nossas raízes! Um brinde à cachaça!

Referências de sites

Comentários