Blog Granraiz

Qual o jeito certo de degustar cachaça?

Aprenda a beber cachaça sem sentir desconforto ou ardência na garganta

A bebida é o principal elemento de um dos maiores símbolos de celebração em todo o mundo: o brinde. Ele pode ser visto o tempo todo e em qualquer situação: seja em um aniversário, um casamento, uma reunião de negócios ou até em um simples encontro de amigos. O brinde representa a ação de atrair bons fluídos para quem o faz e segue sendo uma tradição entre os encontros mundo afora.


O brinde é a simbologia de atrair bons fluídos

Após o brinde, vem a ação mais esperada: a degustação! Aquela sensação saborosa de um líquido gelado – ou quente – percorrendo a boca e trazendo as sensações que a bebida oferece.

Cada bebida tem um jeito de ser apreciada e isso faz toda a diferença para imergir em um momento verdadeiramente único. No caso da cachaça, por exemplo, é comum nos depararmos com pessoas que evitam a bebida por achá-la forte ou que a sentem queimar. Mas o que poucos sabem é que o jeito certo de degustá-la pode transformar o gole em uma agradável, saborosa e inesquecível experiência.

Para que uma bebida como a cachaça seja apreciada e entendida em sua totalidade, é importante conhecer seu contexto histórico e respeitar as suas características únicas: como é produzida, como deve ser servida e como deve ser apreciada.

Aqui vamos lhe revelar o jeito certo de degustar cachaça, desvendando segredos e detalhes importantes que você precisa saber antes de apreciar esse genuíno destilado brasileiro.

Como apreciar uma boa cachaça?

A sensação de calor e ardor que invade a boca e garganta, após um gole da cachaça, ocorre devido o contato da bebida – que possui teor alcoólico maior em comparação às bebidas fermentadas, como a cerveja –  com os receptores sensoriais que existem na região bucal. Essa sensação é agravada pelo jeito desconfortável que nos habituamos a bebê-la: em apenas um gole. 

Entretanto, existem algumas técnicas muito simples que vão te ajudar a extrair todas as sensações dessa bebida. 

Para começar, o ideal é escolher uma cachaça com um alto padrão de qualidade, pois você terá em mãos um destilado rico em aromas, sabor e consistência, com análises sensoriais apuradas, fazendo com que a degustação seja mais prazerosa. Para lhe ajudar nessa missão, temos duas sugestões imperdíveis no artigo: “Como saber se uma cachaça é boa?”, você irá aprender todas as técnicas para descobrir se a cachaça que você pretende beber atende o que é relevante para o seu degustar; outra grande dica é experimentar um dos rótulos da GRANRAIZ, que são sofisticados destilados marcantes e com bom comprimento, resultado de profunda analise sensorial e exigente padrão de qualidade.

A segunda etapa está na escolha do copo. De forma mais prática, ele pode ser o tradicional copo de shot, ou um cálice pequeno, usualmente utilizado para degustação de destilados, ou também no copo estilo Old Fashioned, muito usado para beber whisky. 


Existem três copos recomendados para a sua degustação. Da esquerda para a direita: o Cálice para destilados, o Old Fashioned e o tradicional copo para Whisky

Em seguida, sirva cerca de 50 ml de cachaça e observe a sua coloração. Se for uma cachaça clássica, ela deverá ser incolor e no caso das armazenadas, ela pode assumir tons amarelados que podem variar de tonalidade conforme a madeira utilizada.

Com o copo em mãos, gire-o suavemente e observe a forma que o líquido escorre pelas paredes. Em seguida, coloque o nariz dentro do copo e puxe levemente o ar. Será possível sentir o aroma característico do seu destilado. Este processo criará uma conexão entre o seu olfato e o paladar.

A lágrima da cachaça pode falar muito sobre a qualidade da bebida e seu teor alcoólico

Chegou a hora do primeiro gole! Neste momento, deixe a bebida na boca um tempo antes de engolir e diretamente em contato com a saliva, para que possa sentir os diferentes sabores durante a degustação e seja muito agradável ao engolir. A respiração também será um aliado nesta etapa. Em seguida pode beber o destilado. 

A bebida irá descer suave oferecendo uma leve dormência, que fica na boca, aguçando suas papilas gustativas e ajudando a perceber melhor no momento e em seguida no retro gosto, os diferentes sabores presentes no destilado.

Beber bem, acima de tudo, é diferente de beber muito. Aprender o jeito certo de beber é o primeiro passo para evitar a temida ressaca e mal estar, mas também é importante conhecer os seus limites e beber com consciência!

Referências de Sites:

Comentários